Seguidores! Se add aí!!!

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Oi!
Abaixo segue e-mail e vídeo editado por  meu amigo André Jensen.


"Tai JP,

Editei aquele teu vídeo e, como havia prometido, estou te mandando para tu dar uma olhada, de repente publicar.

É um extrato do que, na minha opinião, são as melhores partes daquele teu vídeo.

Abração

André"


segunda-feira, 14 de março de 2011

Carnaval

Olá meu povo e minha pova!

Abaixo segue o 1º vídeo de texto standup feito por mim. Sim, claro, não sou um Rafinha Bastos ou um Léo Lins, mas dou as minhas dentro.
Fica tranquilo que esta fase passa e você terá a honra de acompanhar minha evolução praticamente em tempo real.
No mais eu vou gravando, ajeitando, subindo pro youtube e postando aqui!

Abertíssimo à comentários e sugestões. Óbvio, elas não farão diferença, mas deixo vocês à vontade mesmo assim!

Enjoy

J P Martines


sábado, 8 de janeiro de 2011

Assis e sua prosti!


Com a palavra: Pelé:

- Se ele realmente ama o Grêmio, pode jogar de graça lá. Está com a vida feita, né? É a minha opinião – afirmou Pelé, durante evento na Vila Belmiro, nesta sexta-feira.

E ele não veio!
Como era de se esperar a prostituição promovida pelo Cafetão de Assis deu certo. Um contrato milionário fechado, muitas propostas de merchandising, ajuda global, várias empresas interessadas e milhares de corações partidos.
Depois de tanta enrolação, tentativa de valorização de imagem e mentiradas inescrupulosas sobre amor, finalmente é decidida a ida de Ronaldo de Assis para o futebol rubro-negro.
Seria trágico, se não fosse cômico. Admito que eu, como gremista, tinha intenção de ver o R10 “voltando para casa” e defendendo a bandeira tricolor. Mas mais uma vez ele prova que “amor é o cacete e a casa é do caralho! O que importa é a grana que me pagam”. Admiro este leilão descarado, afinal, nem todos conseguem assumir assim, de cara limpa, que são prostituas à moda antiga.
O que me alegra é saber o quanto os cofres gremistas evitaram despesas. gastos astronômicos. Me anima em saber que não existirão crises de estrelismos e “450 toalhas brancas em meu camarim”, enfim, continua a equipe unida - quarta colocada do Brasileirão - e que poderá cada vez mais valorizar os seus atuais jogadores que fazem parte de um time entrosado e que veste o coração de tricolor desde a incrível ascensão do ano que passou.
Contudo posso concluir - olhando os vídeos das coletivas e as matérias exibidas - que se fosse possível fazer a fusão de duas pessoas (lembrança DBZ) e magicamente uníssemos Assis com R10, teríamos o sujeito mais feio e com o cabelo mais horrível de toda ‘alface’ da terra.
Quer um resumo de tudo isso? Bem... Foda-se. Segunda-feira terei que ir trabalhar e me contentar com mísero salário. E tenho dito!

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Feliz Natal!!!!!



uehauehauheuhaeuhueahea
Feliz Natal!!!!!

sábado, 11 de dezembro de 2010

E LÁ VAMOS NÓS! (Boa sorte!)



“E lá vamos nós!” (novamente). Este é um pensamento muito comum entre gordinhos quando se trata de dieta, ou dietas! Este negócio de fazer regime (ou reeducação alimentar) é uma coisa muito louca, afinal, existem milhares de tipos e jeitos de tentar emagrecer. As pessoas fazem insanidades para sentirem-se melhores consigo.

Sou honesto em dizer q eu não fiz questão alguma em pesquisar tipos de dieta para colocar neste texto, até porque estou com muita preguiça devido à minha barriga cheia de pizza e alterada por culpa das cervejas.

É engraçado saber que as dietas mais comuns são as que os amigos ou ainda os livros de simpatia indicam. Temos Dieta da Lua, Dieta da Proteína, Dieta da Água, Dieta da Gimenez e... poxa, não pesquisei, então não sei qual mais... Não me pressione, ok?! Bem, o que sei é que todas elas são extremamente sensatas e fazem bem. Por exemplo, na coisa da água a pessoa, ao sentir fome, toma água e... só! Na da lua a pessoa só pode comer quando tem lua cheia. Na da Gimenez só pode comer (e tem que ser coisa saudável) quando tem Superpop. E como olhar Superpop dá náusea, então o sujeito não come nadinha!

Só sei que o negócio de regime maluco é 100% certo que não funciona, pois toda vez que se vai fazer a dieta é marcado o seu ponto de partida na segunda-feira. E sempre é tomada a decisão de iniciar na segunda-feira quando é quarta-feira, pois aí dá tempo de comer tudo que se pode antes de começar a sofrer! Assim que é dado início ao sofrimento “diético” consegue-se (arduamente) um ótimo controle, até que chegue o final de semana. Tem churrasco com os amigos, pizza na casa da família... mas bem, você está de dieta tem que resistir. Bravamente passa o findi ileso, sem nenhuma caloria a mais e entra a semana seguinte a todo vapor. Inesperada e rapidamente chega o segundo final de semana da sua reeducação: o temido sábado à noite! E é lá que “Ops! Esqueci de comprar suco. Vou tomar Coca-cola mesmo!”. Daí ferrou, colega! Coca-cola é porta de entrada para quatro semanas incontroláveis de sorvete e chocolate em todas as refeições. Pastéis, cachorro quente e cheeseburgers também farão parte de sua alimentação. E aqueles dois quilos perdidos em duas semanas se transformam em cinco quilos que você adquire ao final de 28 dias de pura caloria e ainda fechando com chave de ouro com uma cervejada com os amigos em um rodízio de pizza. Você se descontrola e rapidamente vai para a fase “um pretzel no shopping não vai mudar muita coisa”. Começa a matar as aulas de jump, as caminhadas ficam esporádicas, você já começa a tentar se convencer que “salada também engorda, afinal, elefantes são herbívoros” e perde o foco. É bem nesta fase que as meninas se convencem que “os homens gostam é de caaaRne” e, como num passe de mágicas, começam a ter raiva da Cláudia Leite e seu corpo.

Passada toda a pressão do aumento de peso você não tem dúvidas de sua decisão, apenas olha para si mesmo e define, de uma vez por todas: “E lá vamos nós!”



J P

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Me fode, vai!

Fui pego por uma forte e estranha sensação. Algo diferente que tomava conta do meu ser. Este sentimento crescente absorvia todas minhas energias e me tirava a atenção de praticamente tudo que acontecia a minha volta. Magicamente fiquei em estado de alerta e percebi o que estava acontecendo. Era a sacana da minha imaginação entrando em ação. Ela tem o poder de me derrubar, de acabar comigo.
Estava eu - tranquilo - no meu quarto e de repente ouvi um barulho do lado de fora de meu quarto, no pátio de casa, mais especificamente perto do vazio pote de comida de minhas cadelinhas. Logo percebi que era, em dúvidas, um ET. Daquele tipo sanguinário e violento. Lá estava ele, só esperando eu dormir para poder abrir a minha janela com a força da mente e vir me abduzir. Eu sabia disso.
Corajosamente liguei minha luz de cabeceira e fui até o banheiro lavar meu rosto e fazer um pipizinho básico. Mal sabia eu que aquilo tudo teria continuação. Acima da privada e mais alto que o nível dos meus olhos havia uma pequena janela de ventilação. Então, para meu azar percebi que bem ali estavam os olhos da maldita criatura extraterrena. Olhos esbugalhados e pretos, como se fossem Ray Bans com luz própria, uma boca pequena e sem lábios e uma voz rouca meio aguda chamava por nome. Estava ali ele, tentando me pegar.
Foi então que resolvi respirar fundo, me acalmar, olhar novamente e perceber que tudo não passou de minha imaginação.
Monstros, ETs, terremotos e assassinos, tudo não passa de devaneios criativos de minha mente que não para.
Minha imaginação me fode. Aliás, me fode não: ela faz amor comigo!

J P

Programação


Parabólica possui 32 canais. Aqui a programação completa a partir das 23h durante a semana:


- Globo
- SBT
- Igreja
- Polishop
- Band
- A Fazenda
- Polishop
- Igreja
- Igreja
- Vacas
- Igreja
- Vacas
- Igreja
- Igreja
- Vacas
- Igreja
- Jóias
- Jogos noturnos idiotas feitos para tirar dinheiro dos trouxas
- Igreja
- Igreja
- Igreja
- TV Escola
- Filmes Antigos
- Igreja
- Igreja
- Vacas
- Ovelhas
- Igreja
- Igreja
- Universal do Reino de Deus
- Igreja
- MTV

Hoje compreendo o motivo de historicamente os suicídios acontecerem em sua maioria no período da noite!



J P

terça-feira, 30 de novembro de 2010

MEEEU AMIGO!!!



Natal taí gente. Está aberta a temporada de amigo secreto. Amigo secreto, pra quem está desinformado é o evento que acontece em empresas quando estão se aproximando as festas de final de ano. O amigo invisível (também conhecido por amigo oculto ou amigo secreto) é feito entre pessoas – pasmem – que não são invisíveis. Ele funciona da seguinte maneira: em uma caixa (ou boné suado) são colocados os nomes de todas as pessoas envolvidas (seja da empresa, do clube ou da suruba mensal do bairro) e é feito um sorteio entre as mesmas. Cada um tira o nome de um coleguinha e mantém segredo. Então, é combinado um dia para serem feitas as entregas dos presentes (que já terão seu valor máximo ou mínimo estipulados no dia do sorteio). E é isso, basicamente.
O que está implícito neste pequeno sorteio é que apenas 30% das pessoas gosta de participar e só entra nesta pra não se queimar com o pessoal. O interessante é que em empresa grande todo mundo quer tirar o chefe (oportunidade de puxássac) e ninguém quer ser tirado pelo estagiário (que tá sempre mais duro de que pão de 10 dias).
E em escola, então, sempre dá zica, pois sempre tem aquele aluno que esquece de trazer o presente. Mas a coisa mais legal é que na escola, como são todos crianças, sempre tem chocolate. Muito chocolate. Vários tipos cores formas e sabores. Na minha época de escola (e lá se vão muitos anos) eu adorava o amigo secreto porque sempre fui gordinho e, como todo bom gordinho, um doente por chocolate. Então chegava a hora de revelar o amigo secreto, e aquilo me deixava nervoso e ansioso porque eu não queria ser pego pelo meu colega que mais sofria bullyng. Ninguém gostava dele. Admito que era um absurdo tirar sarro dele só porque ele era chato, fedia a mijo, tinha ranho ressecado na cara, quando falava se cuspia e passava o tempo todo se rolando na areia do pátio. Ninguém queria ser pego ou pegá-lo, mas assim como na guerra, não tínhamos escolha. Tínhamos que correr o risco. Enfim, só sei que no dia do da revelação havia aquela brincadeira de falar todos os adjetivos do sujeito ao contrário. Tipo, se ele fosse magro, durante a sua descrição você o chama de gordo, e assim por diante. Aí o pessoal adivinhava, vinha o amigo, e recebia o presente e deu.
Ai, ai... Me lembro como se fosse hoje do dia daquele sorteio. Eu apaixonado por uma menina q eu não havia pego (no sorteio) e torcendo pra ter tido a sorte de ser o sorteador por ela.
E deu! A história é esta. O que me recordo com perfeição é que no dia do sorteio foram muitos chocolates distribuídos. Muitos muitos, e todos sendo devorados na hora do recreio. E lá estava eu em um canto - e segundo a descrição da porra do ranhento mijado que me sorteou - um cara “alto, magro, bonito e cheiroso” olhando todo mundo comer seus chocolates e tentando curtir a traumatizante bostalhufa de uma caneta (que não era de chocolate).

domingo, 28 de novembro de 2010

Tutorial: Aproveitando a bebida duplamente

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Emporcamento!

E vem vindo com máxima força e energia o final do ano. E está mais do que claro que os anos tem passado cada vez mais depressa (e não me refiro à bundas em janelas de carros). Acredito que o tempo tem passado mais rápido por que as pessoas trabalham cada vez mais e vivem cada vez menos. Hoje em dia para se poder viver e aproveitar a vida é necessário o sujeito ter tempo livre, porém, tempo é dinheiro. O negócio então é trabalhar para ter mais dinheiro e ver se sobra tempo livre para poder viver. Pouts! Que paradigma!
Enfim. É chegado o final de ano e junto dele vem, além do meu aniversário, as pirilâmpicas festas de final de ano. Estas festas possuem uma particularidade que não é comum em outros eventos (até por que é particularidade), e este feito podemos chamar carinhosamente de “emporcamento”. Emporcar é o ato de engordar em demasia nos últimos dias do ano. Todos são assim. Você se lembra aquele ano todo de dietas e redietas que você fez? Pois é. Vai tudo por água abaixo.
No final do ano acontece um torço muito louco com as pessoas, parece que todas participam de uma maratona maluca da comida em exagero. É quando disputamos de maneira ferrenha a liderança da quantidade de comida com aquele tio que é obeso desde que nasceu. Sabe aquele tio gordo, careca e suado que parece que ao invés de darem leite materno pra ele deram uma vaca pra ele comer? Sabe aquele tio que não enxerga mais o saco porque a barriga não deixa? Aqueles que conseguem usar a barriga de porta-cerveja? Pois é. A disputa é contra ele. A parada dura, chapa. Mesmo assim vamos tentando e de maneira descontrolada comendo tudo. Mas famintos que formigas em baratas. E é engraçado no final de ano que todos viram desesperados por comida. Tenho a impressão que desde 1999 em toda virada de ano o pessoal já vai preparado, não é? “Vai que o Bug do Milênio se atrasou e resolve começar este ano, né? Vou comer!!”.
Esta época é ótima, pois dá pra se curtir inúmeras atrações (de fato muito atrativas) na televisão. Afinal, quem não gosta de Xuxa Especial de Natal? Quem nunca se encantou, riu e chorou com A Turma do Didi Especial de Natal (criativo o nome)? Shrek Especial de Natal? Ana Maria Braga Especial de Natal?
Falando em Ana Maria lembrei que uma das coisas mais incríveis do Natal é o peru...de natal. É a coisa mais tenra e suculenta que existe. Ele é saboroso, dourado, lindo e apetitoso. Só não me conformo dele ser assim apenas na TV! E não me conformo também de nunca termos assado um peru Sadia aqui em casa. Eu sempre quis ver o botãozinho de “pronto” levantar. A única vez que vi um frango/peru/chester/galináceo/ave de botão foi na casa de um parente, porém, era outra marca. Resultado: o botão não ergueu e tivemos que comer um frango que mais parecia uma havaianas usada. Ainda bem que tinha arroz! J
Então, nobre ledor deste blog, comece agora mesmo a sua dieta e leve a sério. Você precisa perder todos os 10kg que vai ganhar ao final deste ano empanturrador porque, senão, corre o risco de você ser o porco assado do ano novo!

 
Saudações

 
J P

 

PS: Estudiosos de todo o mundo ainda estão à procura de uma imagem daquilo que é popularmente conhecido como Chester, porém, nada foi encontrado. E pra se ter idéia, o Word não reconhece a palavra Chester. #medo